alinhadores invisíveis

Alinhadores invisíveis como inovação nos tratamentos dentários

Com a evolução tecnológica em diversos segmentos da vida moderna, as pessoas passaram a demandar não apenas qualidade, eficiência e praticidade, hoje elas também demandam conforto, estética e personalização. Isso não muda quando o assunto são tratamentos odontológicos. Realinhar e tratar dentes também requer tudo o que foi citado acima, e é aí que entram em cena os alinhadores invisíveis.

Para atuar na correção ortodôntica, os alinhadores invisíveis, se mostram como uma outra opção, além dos aparelhos convencionais. Ao contrário do uso de fios, bráquetes, elásticos e a placa que fica no céu da boca (no caso do aparelho móvel), esse novo recurso é composto por placas transparentes que se moldam aos dentes, forçando-os gradualmente para o lugar que deveriam ficar.

Como os alinhadores invisíveis trabalham

Por conta do fato dos alinhadores invisíveis serem personalizados e moldados de acordo com os dentes de cada paciente, é preciso que o material seja trocado a cada duas semanas em média. Isso porque, em duas semanas a moldagem já faz o seu efeito, move os dentes e se torna inútil, uma nova moldagem se faz necessária para um novo movimento ser realizado.

Assim como os aparelhos ortodônticos tradicionais, os alinhadores invisíveis também agem alterando gradualmente a posição dos dentes. No entanto, seus atributos o colocam em vantagem em relação aos métodos tradicionais. Esses benefícios incluem:

  • Personalização;
  • Conforto;
  • Transparência;
  • Fácil remoção;
  • Mais higiênicos.

Quando recorrer aos alinhadores invisíveis

Assim como quase todos os outros tratamentos odontológicos, a procura pelos alinhadores invisíveis deve ser feita quando um problema de má oclusão surgir e for identificado pelo dentista. É válido sempre lembrar e forçar aos pacientes que apenas um dentista especializado na área de ortodontia é quem deve guiar e fazer toda a manutenção de tratamentos ortodônticos.

No caso de diagnóstico, exames e primeiros contatos, apenas um profissional da área da odontologia pode dizer ao paciente se ele precisa ou não de um tratamento com alinhadores invisíveis. Não é recomendável e nem permitido que qualquer pessoa decida isso e tenha acesso a esses equipamentos. Quem procura um tratamento dentário precisa sempre se certificar que o dentista que o atende possui registro no CRO (Conselho Regional Odontológico).


Publicações Relacionadas

Regiões onde a Consulta Ideal atende alinhadores invisíveis:



alinhadores invisíveis
alinhadores invisíveis